Crítica

A Ovelha Choné – O Filme: o ecrã é maior… e a diversão também

A Ovelha Choné – O Filme: o ecrã é maior… e a diversão também

A Ovelha Choné tornou-se nos últimos anos uma das personagens mais adoradas e carismáticas dos estúdios Aardman, e o salto do pequeno ecrã para a grande tela do cinema já se adivinhava e parecia até lógico, dado o sucesso que teve junto de miúdos e graúdos. Esse salto concretizou-se este ano e, após a estreia na última edição do MONSTRA, A Ovelha Choné – O Filme chegou finalmente ao circuito comercial.

Ler mais

Vai Seguir-te: o indie mais assustador do ano

Vai Seguir-te: o indie mais assustador do ano

Este é um filme que já passou por Portugal pelos ecrãs do Cinema São Jorge, na 8.ª edição do MOTELx. Mas é só agora, neste verão de 2015 que o público português poderá vê-lo nas salas comerciais. Vai Seguir-te, um filme de David Robert Mitchell assume-se assim como um dos melhores filmes do género deste ano e é uma magnífica película para levar os amigos ao cinema nestas férias prolongadas.

Ler mais

5 motivos para nem sequer ter ‘Um Encontro com o Destino’

5 motivos para nem sequer ter ‘Um Encontro com o Destino’

“Um Encontro com o Destino” entra nos cinemas portugueses com a aura de sucessor de “A Gaiola Dourada”, um dos maiores sucessos recentes nos ecrãs nacionais. Mas é só mesmo isso, porque em tudo o que A Gaiola Dourada vencia, a produção canadiana é pífia.

Ler mais

A Família Bélier: Uma história que fala na sua própria língua

A Família Bélier: Uma história que fala na sua própria língua

Não tenho receio de dizer: muitas vezes vou ao cinema para relaxar. Para conhecer uma boa história, com uma mensagem simples e universal, um plot que podia ser o da vida de pessoas como nós, capaz de provocar emoções fáceis de resolver. Foi nessa expectativa que fui ver A Família Bélier.

Ler mais

Das 5 às 7: uma imitação barata de Woody Allen

Das 5 às 7: uma imitação barata de Woody Allen

Das 5 às 7 é o mais recente romance de Hollywood. Realizado por Victor Levin e com atores vindos de Star Trek ou Skyfall, conta-nos a história de um amor improvável.

Ler mais

Testemunho de Juventude: o filme mais pacifista do ano

Testemunho de Juventude: o filme mais pacifista do ano

Chega às salas de cinema portuguesas um dos filmes mais dramáticos do ano. Passado no período da Primeira Grande Guerra, Testemunho de Juventude é um filme e uma história que carrega uma imensa carga emocional e humanitária.

Ler mais

A entediante história da Madame Bovary

A entediante história da Madame Bovary

Os cinemas UCI, em parceria com a Nos Lusomundo, propõem-se agora a projetar filmes menos conhecidos da generalidade do púbico e que triunfaram nos festivais internacionais um pouco por todo o mundo. Madame Bovary, filme de Sophie Barthes, abre as hostes deste ciclo que já revelou a programação para todo o ano de 2015.

Ler mais

Jurassic World – Os dinossauros ainda estão na moda

Jurassic World – Os dinossauros ainda estão na moda

Jurassic World, a nova sequela da saga Jurassic Park, chegou a semana passada aos cinemas com a promessa de um retorno ao conceito que tornou o primeiro título da série num clássico do cinema. Até agora, o filme de Colin Trevorrow tem manifestado o desejo do público pelo regresso dos dinossauros ao cinema com a angariação de uns estrondosos 524 milhões de dólares no fim-de-semana estreia. Mais interessante é ainda constatar que Jurassic World responde com qualidade ao fenómeno de sucesso de bilheteira que já constituiu.

Ler mais

Mad Max: Estrada da Fúria – Uma orgia de fogo, sangue e guitarras eléctricas

Mad Max: Estrada da Fúria – Uma orgia de fogo, sangue e guitarras eléctricas

Mad Max: Estrada da Fúria é realizado por George Miller e conta com Tom Hardy, Charlize Theron, Nicholas Hoult e Hugh Keays-Byrne nos principais papéis.

Ler mais

IndieLisboa’15: o encerramento

IndieLisboa’15: o encerramento

A 12ª edição do IndieLisboa já terminou e, por isso, o Espalha-Factos faz um balanço de todo o festival. Passada quase uma semana e meia a resposta, tanto do EF como do público lisboeta, não podia ser mais positiva, saiba então porquê.

Ler mais

IndieLisboa’15: Mais do mesmo

IndieLisboa’15: Mais do mesmo

O IndieLisboa’15 caminha a passos largos para o seu encerramento, mas antes ainda tivemos a oportunidade de ver mais duas obras de dois realizadores com bastante destaque na programação deste ano: Alex Ross Perry e Whit Stillman.

Ler mais

IndieLisboa’15: Metropolitan

IndieLisboa’15: Metropolitan

O festival começa a aproximar-se do seu final, mas começou agora a retrospectiva a Whit Stillman, outro herói indie desta 12ª edição. Metropolitan é a primeira longa-metragem de Stillman e, segunda a organização do IndieLisboa, tem um argumento que roça a perfeição, vamos perceber porquê.

Ler mais

IndieLisboa’15: o exotismo dos teen movies e de ter um tigre no apartamento

IndieLisboa’15: o exotismo dos teen movies e de ter um tigre no apartamento

O festival vai já para lá de metade. Neste sétimo dia do certame o Espalha-Factos teve a oportunidade de ver um documentário sobre teen movies – como o Clueless e o Mean Girls – e de continuar a acompanhar a secção competitiva do festival, desta feita com Ming of Harlem: Twenty One Storeys in the Air.

Ler mais

IndieLisboa’15: a juventude rebelde

IndieLisboa’15: a juventude rebelde

No sexto dia do IndieLisboa tivemos a oportunidade de ver o último documentário de Jean-Gabriel Périot, uma colagem de imagens de arquivo que, no final, se transforma numa longa-metragem carregada de simbolismo político e social.

Ler mais

IndieLisboa’15: o amor louco

IndieLisboa’15: o amor louco

Continuamos a acompanhar a 12ª edição do IndieLisboa. Neste sexto dia de festival assistimos a Quand je ne dors pas, um filme francês com toques de nouvelle vague e ainda a In the Basement, documentário austríaco que nos mostra as caves de várias pessoas que podem, ou não, ter muito que esconder do olho público.

Ler mais

IndieLisboa’15: a virtude de uma vida idílica

IndieLisboa’15: a virtude de uma vida idílica

No quarto dia do festival mais independente de Lisboa, o Espalha-Factos teve a oportunidade de ver Rabo de Peixe, filme de Joaquim Pinto que foi alvo de uma nova montagem. E ainda, já em plena noite de domingo, um dos últimos trabalhos de Alex Ross Perry, Listen Up Philip.

Ler mais

IndieLisboa’15: o mundo da música electrónica francesa

IndieLisboa’15: o mundo da música electrónica francesa

No terceiro dia do IndieLisboa, em plenas comemorações da revolução dos cravos, o Espalha-Factos teve a oportunidade conhecer um pouco mais do trabalho de Mia Hansen-Løve, uma dos heróis indie desta 12ª edição.

Ler mais

IndieLisboa’15: o início das romarias

IndieLisboa’15: o início das romarias

Começou já na quita-feira passada, dia 23, mais uma edição do IndieLisboa. O Espalha-Factos vai acompanhar o festival e trazer-te o melhor do que se faz no panorama actual do cinema independente. Ontem vimos White Bird in a Blizzard, filme de Gregg Araki, e Aqui, em Lisboa, filme produzido pela organização do IndieLisboa.

Ler mais

Capitão Falcão: um herói que vem salvar o cinema português

Capitão Falcão: um herói que vem salvar o cinema português

Passados 6 anos de um processo criativo complicado, Capitão Falcão, filme de João Leitão, chega finalmente às salas de cinema portuguesas. Na semana em que se comemora a liberdade em Portugal, estreia uma das obras mais hilariantes sobre o Estado Novo.

Ler mais

Ex Machina: rato de laboratório

Ex Machina: rato de laboratório

Misturando os géneros de ação, ficção científica e thriller, Ex Machina é uma obra saída diretamente da caneta de Alex Garland, autor de A Praia e argumentista de 28 Dias Depois. Desta vez, Garland senta-se também na cadeira de realizador, mas como se sai na sua estreia? Muito bem até.

Ler mais

Page 1 of 3412345»102030...Último