Archive for Crítica

“Magnifique” dos Ratatat: Não É Assim Tão Magnífico

Jul 18, 2015 No Comments by

A espera fora enorme, e o desespero ainda maior. Os Ratatat lançaram na passada sexta-feira (17) o seu novo álbum, Magnifique, o primeiro em cinco anos. Apesar daquilo que a dupla foi dando a conhecer recentemente, o sentimento que fica é o de que o disco não faz jus ao título.

Crítica, Música Read more

Crítica: “Currents”, de Tame Impala

Jul 17, 2015 No Comments by

Currents é o terceiro registo em estúdio dos australianos Tame Impala, editado hoje, dia 17 de julho, com a assinatura da Interscope Records.

Crítica, Destaques, Música Read more

“Communion”, o álbum frustrador dos Years & Years

Jul 15, 2015 No Comments by

Após o lançamento de quatro EPs nos últimos dois anos, chegou finalmente na passada sexta feira (10) o álbum de estreia dos Years & Years. Communion, apesar de ser um álbum rodeado de enormes expetativas, o primeiro álbum do trio inglês não gera outra sensação para além de frustração.

Crítica, Música Read more

Casulo #39: Crítica ao álbum “The Fool” de Ryn Weaver

Jul 03, 2015 No Comments by

Esta semana no Casulo voltamos às critícas. Desta vez escolhemos o álbum de estreia da cantora Ryn Weaver. The Fool é um álbum que demonstra uma enorme criatividade artística da cantora, e revelou ser muito melhor do que aquilo que alguns críticos consideram.

Casulo, Crítica, Destaques, Música, Rubricas Read more

Crítica: “Wildheart” de Miguel

Jun 30, 2015 No Comments by

O terceiro álbum de estúdio de Miguel será lançado na próxima terça feira (30). Wildheart apresenta uma excelente evolução do cantor, mantendo o seu estilo inconfundível e um groove espetacular nas suas músicas.

Crítica, Destaques, Música Read more

“In Colour” de Jamie xx: perigo de obsessão

Jun 04, 2015 No Comments by

A espera chegou ao fim. O LP de estreia da carreira a solo de Jamie xx foi lançado no passado dia 29. Após vários meses e vários singles revelados, eis que finalmente chegou In Colour, um projeto que corresponde às expetativas.

Crítica, Música Read more

Crítica: “How Big, How Blue, How Beautiful” dos Florence + The Machine

Jun 02, 2015 3 Comments by

Com o mês o junho veio o novo álbum dos Florence + The Machine. How Big, How Blue, How Beautiful chegou às lojas na passada segunda feira (1), e seguramente estará no final deste ano nos tops de melhores álbuns de 2015. A genialidade musical e o talento inconfundível da banda de Florence Welsh fazem deste novo projeto algo de extraordinário.

Crítica, Destaques, Música Read more

Casulo #34: Crítica ao álbum ‘Bandana Republic’ dos Jupiter

Mai 29, 2015 No Comments by

Esta é mais uma surpresa do Casulo: críticas de álbuns. A tua rubrica de Música de sexta feira apresentar-te-á de vez em quando alguns álbuns de estreia ou álbuns de artistas e bandas que, apesar de já terem mais trabalhos lançados, merecem a tua atenção.

Casulo, Crítica, Destaques, Música, Rubricas Read more

Multi-Love, de Unknown Mortal Orchestra: menos palavras, mais amor

Mai 28, 2015 Sem comentários

Multi-Love pode não ser superior a nenhum dos seus predecessores, mas continua a representar um passo em frente para os neo-zelandeses e a prova de que o poço está longe de se esgotar.

Ler mais

“Why Make Sense”, de Hot Chip: Fazer sentido para a pista de dança

Mai 27, 2015 Sem comentários

Why Make Sense é o primeiro do conjunto em quase três anos e continua a explorar de forma bastante inteligente, os caminhos outrora trilhados, que soam progressivamente mais frescos. Apesar disto, o álbum número seis apresenta-se como um esforço mais controlado de uma banda que desta vez jogou pelo seguro. Talvez um pouco demais.

Ler mais

Sol Invictus, de Faith No More: O verdadeiro campeão voltou

Mai 21, 2015 Sem comentários

O que é verdadeiramente bom neste álbum e já o faz um dos melhores lançamentos do ano é que é um disco cujo som mostra como uma banda consegue dominar a sua identidade e voltar a soar fresca e perigosa sem necessariamente ter que ser arrojada. Isto ganha todo um novo significado quando estamos a falar de uma das bandas mainstream mais experimentalistas que já existiram.

Ler mais

Mutilator Defeated at Last, de Thee Oh Sees: gigantes em desfile

Mai 20, 2015 1 Comment

Gosto de imaginar que foi feliz o dia em que o californiano de Rhode Island, de nome John Dwyer, pegou pela primeira vez numa guitarra para gravar música.

Ler mais

Edge of The Sun, de Calexico: “Uma brisa quente pela noite”

Mai 07, 2015 Sem comentários

Edge of The Sun tem como pontos fortes a variedade e a boa gestão dos seus trunfos e ideias. Assume-se como um disco que se deixa escutar e vai se revelando a sucessivas audições, que acabam sempre por ser prazerosas e leves ao ouvido.

Ler mais

Reportagem: 1ª edição do Indouro Fest ou a tramada Lei de Murphy

Mai 05, 2015 Sem comentários

Já dizia o adágio: “Se alguma coisa poder correr mal, correrá”. Assim foi com a 1ª edição do Indouro Fest, que decorreu em Gaia nos dias 2 e 3 de maio, e que ficou marcado pela forte chuva, a ausência de dois dos mais importantes nomes do festival e a fraquíssima afluência de público. Mas também houve coisas boas.

Ler mais

“Wilder Mind” dos Mumford & Sons: banjo procura-se

Mai 04, 2015 Sem comentários

O novo álbum dos Mumford & Sons saiu esta segunda feira (4), e intitula-se Wilder Life. Trata-se de um disco que marca uma certa rotura com o estilo habitual da banda de Londres.

Ler mais

The Magic Whip e a chicotada nostálgica de Blur

Mai 02, 2015 Sem comentários

Os Blur estão de volta com The Magic Whip e o resultado é um álbum bem equilibrado entre a juventude do britpop e a maturidade de Albarn a solo.

Ler mais